Atualizações Recentes Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • Alexandre Santoro 22:51 em 02/10/2009 Link Permanente | Resposta  

    Between vs Among 

    Por Alexandre Santoro

    Prescriptivist BS:

    Between is properly used of two, and among of more.”

    The truth:

    “It [between] is still the only word available to express the relation of a thing to many surrounding things severally and individually, among expressing a relation to them collectively and vaguely.” (OED)

    The explanation (in Portuguese):

    Essa conhecida e persistente prescrição baseia-se na etimologia de between: parece que a forma -tween em Old English estaria ligada ao sentido de “dois”. Apesar disso, até os observadores menos atentos podem perceber que a regra não se justifica empiricamente. Nas frases abaixo, por exemplo, seria impossível substituir between por among:

    I have sand between my toes

    I never eat between meals

    He hid it somewhere between the back door, the shed, and the oaktree.

    Por outro lado, se o complemento da preposição é considerado coletivamente, o resultado é o oposto do de cima. Trocar among por between tornaria agramaticais as seguintes frases:

    Among the meals that we had, several stand out as exceptional.

    Police paced among the crowed.

    Ao que tudo indica, hoje os manuais de uso já estão abolindo a antiga regra; mas ainda é preciso melhor informar os milhões de pessoas que acreditam nela.

    Referências:

    Merriam-Webster’s Dictionary of English Usage

    The Cambridge Grammar of the English Language

     
  • Natália Guerreiro 12:32 em 25/05/2009 Link Permanente | Resposta  

    Liquid Paper e Fita Durex 

    Liquid paper” ou “branquinho” é como os brasileiros se referem a corretivo para papel. Costumamos ensinar a tradução disso como “correction fluid” ou “correction tape”, a depender se se trata do líquido ou daquele de fita. Mas dava para desconfiar que ninguém falaria isso e que era provável que, em inglês também, preferissem o nome de uma marca.  Hoje descobri sem querer. É Tipp-Ex! E tem até o verbo “to tippex” ou “to tippex out”, que quer dizer “apagar”, obviamente.

    Já que a gente está na seção de papelaria, é sempre bom lembrar que nossa fita durex tem outro nome em inglês, também um nome de marca. É Scotch tape para os americanos e sellotape para os britânicos. Aliás, durex, ao menos na Inglaterra, é algo completamente diferente, já que é a Jontex de lá, ou seja, uma das marcas mais famosas de camisinha (condom).

    Então cuidado para não chegar na papelaria e pedir coisa que não vende lá, como certo prefeito brasileiro que, uma vez, tentou comprar picolé num açougue.

     
    • Marissol 02:51 em 16/10/2009 Link Permanente

      Nat, what about “whiteout”? I’ve always referred to “liquid paper” like this.
      xxx

    • Joacyr 12:15 em 01/05/2010 Link Permanente

      I guess what we say is “white-out”, sometimes spelt “wite-out”; at least in the US. Isn’t Tipp-EX a tradename? What do they say in the UK? Liquid-Paper is also a tradename.

      By the way, I love your blog. Thank you so much for sharing your thoughts with us.

    • Natalia 14:09 em 01/05/2010 Link Permanente

      yes, “tippex” and “liquid paper” are also tradenames. it does seem that the 1st is used in europe; while the 2nd one is restricted to (some states of?) brazil. and wite-out in america, great!

  • Natália Guerreiro 13:49 em 11/03/2009 Link Permanente | Resposta  

    Perua! 

    Por Natália Guerreiro

    RJ Lages

    Ilustração de Rosinaldo José Lages

     

    Duas alunas adultas minhas são melhores amigas, e não dá para ficar séria perto delas. Outro dia, enquanto as insparáveis faziam um diálogo de compras de roupa, lá veio a pergunta que eu temia: “how do you say ‘perua chique’?”

    Entendeu por que eu não paro de rir com essas duas? Desde quando existe “perua chique”? Mas o meu temor era porque minha resposta honesta é “eu não sei.”  Volta e meia alguém me pergunta como se diz “perua”, e já cansei de procurar, mas nada me satisfaz. Ou satisfazia. 

    Já cogitei “loud”, mas uma pessoa “loud” é espalhafatosa no sentido de falar alto e ter gestos amplos.  Já “perua”, define o Houaiss, é mais em termos de roupa: “mulher que se dá ares de elegante, mas que se veste espalhafatosamente”. Por isso, creio que melhor seria dizer que a tal mulher “wears loud clothes” ou é uma “loud dresser”. 

    Depois me lembrei que uma colega de trabalho uma vez sugeriu “gaudy“. A definição do Merriam-Websters para “gaudy” parece combinar bem: “marked by extravagance or sometimes tasteless showiness.” É, perua é assim mesmo. Julgo ser uma boa tradução, apesar de haver poucos hits para o uso desses termos com pessoa (She’s gaudy, gaudy women, etc.). Ah, e gaudy é adjetivo, não substantivo. Aliás, há uma longa discussão sobre a adequação desse termo no WordReferenceForums.  

    Então fica mais ou menos resolvido que perua pode ser gaudy. Mas nossa missão ainda não está cumprida. Como é perua chique? Lê site daqui, lê site de lá, dei-me conta que uma perua chique é uma fashionista, um neologismo que, tanto em inglês quanto em português, pode significar alguém que gosta de estar na moda e usar roupas de marca. Para quem nunca ouviu o termo aqui no Brasil, sugiro assistir a meio minuto de GNT Fashion. Geralmente, é o quanto basta.

     
    • Luciana T 12:31 em 12/03/2009 Link Permanente

      Mas fashionistas nao sao normalmente peruas… Entao perua chique seria gaudy fashionist?

      E perua mais cafona eu chamaria de tacky… :-)

    • Natalia 12:48 em 12/03/2009 Link Permanente

      Eu diria que tacky (e tem um outro termo de que nao me lembro agora) eh uma boa traducao pro nosso brega/cafona e, por isso, deixaria reservado pra esse uso.

      A perua chique nao eh brega. Eh perua pq gosta de gastar dinheiro com roupa e estar sempre na moda. Mas suas roupas nao sao exageradas. Pelo menos, foi o que eu entendi do q elas queriam dizer.

    • Leandro 14:58 em 20/03/2009 Link Permanente

      Já ouvi dizerem “flamboyant”, as definições são todas em torno de “marked by ostentation and extravagance but often tasteless”.

      O que vocês acham?

    • Alexandre Santoro 23:59 em 25/03/2009 Link Permanente

      Com a crise mundial, já cunharam um termo para designar “a person who is able to stick to a tight budget while still managing to dress stylishly”: recessionista. :-P

    • robert stephen 08:54 em 04/04/2009 Link Permanente

      pessoalmente eu uso ‘brassy’ n. ou adj.

      abs!!

    • Sabrina 20:50 em 12/05/2009 Link Permanente

      flamboyant…tb existe ‘bimbo’…mas eh meio velha essa palavra…é tiop patricinha…

    • Natalia 23:17 em 12/05/2009 Link Permanente

      Acho bimbo mais ofensivo, quase no slut.

    • Amauri 03:55 em 03/05/2010 Link Permanente

      Complementando…

      Vocabulário: BREGA

      Bela dica do Tecla SAP!

      Mostra bem que “brega” pode ser utilizado em diversas situações em português.

      Já no idioma inglês, além de termos palavras mais abrangentes, há algumas alternativas em que se considera um contexto mais específico.

      Wanna read more?

      Visitem: http://www.teclasap.com.br/blog/2006/01/30/brega/ :)

      Hope it helps!

  • Natália Guerreiro 13:03 em 25/02/2009 Link Permanente | Resposta  

    Sugestão do Leitor: Máquina do Governo 

    machine

    Por Michel Marques e Natália Guerreiro

    A tradutora Monica Mazzoni usou o Sugira para nos mandar uma dúvida interessantíssima: como se traduz máquina pública/ do governo para o inglês?

    O Longman Exams Dictionary e a Wikipedia sugerem machinery of government  (MOG) ou government machinery. Sem dúvida, é uma tradução bem próxima do original em português, mas será que as conotações são semelhantes? Será que, em inglês, MOG é simplesmente o aparato do governo num sentido quase neutro ou também costuma acompanhar críticas? Fomos procurar em jornais.

    “Kassab nega ter usado máquina pública e diz ‘zelar pela ordem’ de SP ” (Folha)

    “Like many of its predecessors, the Bush White House has used the machinery of government to promote the re-election of the president” (New York Times)

    “Before Richard Nixon left office he had tried to employ much of the machinery of government to cover up the crime of Watergate” (BBC)

    “O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira que a contratação de funcionários públicos não significa ‘inchaço’ da máquina do governo. ” (O Globo)

    the administration wants to expand dramatically the federal programs that allow for local conservation efforts yet also ‘reduce some of the expansive machinery of government that can sometimes get in the way.'” (FoxNews)

    “Apesar de reconhecer lentidão na máquina administrativa e problemas no secretariado, o chefe de gabinete do Governo do Estado, Ivo Gomes…” (O Povo)

    “But even then, having an immediate impact is very difficult to do because the machinery of government doesn’t move that quickly.” (Fox News, citando um professor de Direito)

     

    Portanto, parece que o termo machinery of government é mesmo usado em situações semelhantes àquelas em que consta máquina pública/do governo. Por sinal, querendo reclamar dos gastos do governo, pode-se falar de uma excessiva government expenditure ou government spending. E, para um golpe final, é só falar mal da burocracia e sua papelada (bureaucracy; red tape). 

     
    • Monica Mazzoni 15:58 em 25/02/2009 Link Permanente

      Excelente ilustração. :D
      E muito obrigada!

  • Natália Guerreiro 15:29 em 19/01/2009 Link Permanente | Resposta  

    Jurar a bandeira 

    Hand Pledging Allegiance --- Image by © Jamie Grill/Corbis

    Hand Pledging Allegiance --- Image by © Jamie Grill/Corbis

     

    Boas novas: meu irmão caçula foi dispensado do (exempt from?/dismissed from?/discharged from?) serviço militar obrigatório (conscription// mandatory/compulsory military service) por excesso de contingente (redundancy???). Mas ontem nos demos conta de que ele se esqueceu de jurar (a) bandeira. E aí caiu minha ficha: jurar (a) bandeira deve ser pledge allegiance (to the flag). É o que tudo indica, mas deixarei aqui para os nossos leitores mais sabidos darem sua contribuição.

     
    • Michel Marques 11:48 em 21/01/2009 Link Permanente

      exempt from military service?

    • Leandro Forain 05:46 em 06/03/2009 Link Permanente

      Excelente blog o de vocês, adorei! Eu também sou tradutor e adoro dar de cara com termos novos, vou acompanhar sempre os posts de você daqui pra sempre.

      Eu recentemente descobri que quem foge do serviço militar obrigatório é um “draft dodger”! Legal né? =D

    • Julia 17:31 em 10/05/2012 Link Permanente

      discharged from compulsory military service for excess contingence. Meu ex namorado é americano e era do exército, vou confirmar com ele, mas tenho quase certeza. Eu sou professora de Inglês, fiz 9 anos de Cultura Inglesa e tenho o CAE de Cambrigde. Achei o blog de vocês hoje e gostei bastante já que em varias ocasiões meus alunos me deixaram em dúvida com perguntas “estranhas” e eu não tinha com quem debater a resposta e tive que pesquisar sozinha.

  • Natália Guerreiro 16:02 em 21/12/2008 Link Permanente | Resposta  

    De beicinho no Natal 

    Por Natália Guerreiro
    Boy sulking on Christmas morning

    Boy sulking on Christmas morning

    É chegar a época de Natal e eu ficar cantando músicas de comerciais antigos desta época do ano. “Quero ver você não chorar” (comercial do Banco Nacional em 1987) é uma unanimidade, mas confesso gostar também de uma recente de um shopping do Rio de Janeiro: “neste Natal, não faça beicinho, use a sua boca pra dar beijinho.”

    E, para continuar no clima festivo, peguemos uma canção natalina em inglês para descobrir como se diz fazer beicinho/ fazer beiço/ fazer biquinho em inglês.

    “Oh! You better watch out

    You better not cry

    You better not pout

    I’m telling you why: Santa Claus is coming to town”

    Não me lembro de, quando criança, ficar tão emburrada ou de cara amarrada (sulk/go into a sulk) em época de Natal, mas vai ver essas crianças mimadas (spoiled) não gostaram do presente.

    Por fim, apesar de sulk ser uma reação bem infantil, pout também pode ser aquele biquinho sexy que os franceses e as modelos adoram fazer. E, no extremo do proibido para menores, está o trout pout, aquele visual de lábios inchados de botox, que, a mim, mais lembra um pato que qualquer coisa de sensual. Acho que nem um milagre de Natal faria as celebridades perceber que lábios carnudos (full lips/plump lips) só são bonitos quando naturais.

    Para concluir, em nome da equipe do Lexikos, um feliz natal a todos!

     
  • Alexandre Santoro 02:22 em 16/12/2008 Link Permanente | Resposta  

    Beauty and the Beast 

    Por Alexandre Santoro
    Beauty and the Beast - Corbis

    Beauty and the Beast - Corbis

    Estava eu pensando com os meus botões, tentando encontrar o assunto ideal para debutar aqui no blog – algo que pudesse realizar minhas intenções puras e dignas –, quando me vem a idéia de buscar inspiração na expressão do dia do urbandictionary. Achei a idéia adequada; afinal, trata-se de um site que já há um certo tempo vem disponibilizando material utilíssimo para moças e rapazes de família. Infelizmente, no entanto, não me senti lá muito atraído pela word of the day – alguma coisa sobre a vontade de um jogador que está esquentando o banco (warming the bench) de querer jogar e decidir a partida. Mas resolvi então checar a expressão do dia anterior e aí sim encontrei o que estava procurando: overchicked.

    Segundo o usuário que registrou o termo, este é usado quando um homem de atributos físicos pouco atraentes (fugly, cruzamento vocabular resultante de fucking ugly) sai com uma garota (chick) que é claramente areia demais para o caminhãozinho dele (out of his league). Vai um exemplo:

    “Donald Trump is married to a super hot chick but he’s old and has weird hair. I think that Trump & Stern are overchicked.”

    O engraçado é que essa expressão imediatamente me trouxe à memória o relacionamento do Gianecchini com a Marília Gabriela; aqueles dois eram justamente o oposto de overchicked, pensei. Fui catar algo que expressasse esse segundo tipo de disparidade estética e, não demorou muito, logo encontrei overdicked. Será que os casais overchicked ou overdicked estão todos fadados ao insucesso?

    Resolvi então buscar exemplos de situações desse tipo e cheguei à conclusão de que, geralmente, quando somos UNDERchicked/-dicked, é muito provável que tenha havido em algum momento da história a mão da Malvada (pinga) nos guiando na direção daquilo que depois passamos a vida inteira tentando esquecer e esconder: a caridade (charity fuck). Já dizia o filósofo, “não existe mulher feia, você é que não bebeu o suficiente”.

    Agora, não adianta chalk todas as suas derrotas up to excessos no consumo da Maldita – sim, escrevi essa frase só para mostrar que aprendi a usar chalk up direitinho –; o melhor mesmo é andar sempre com um amigo que não bebe para frear seus impulsos de autodestruição sempre que for necessário. Além do mais, quando for enfiar o pé na jaca (get tanked), você precisará de alguém que o leve para casa.

    Pronto. Acho que por agora já escrevi besteiras o suficiente. Vou parar aqui e  deixar antes apenas uma citação de Oscar Levant para reflexão sobre o tema.

    “I envy people who drink – at least they know what to blame everything on.”

     
    • Natalia 22:17 em 17/12/2008 Link Permanente

      Seja muito bem-vindo ao Lexikos, Alexandre! Que possamos ler vários outros posts seus bons como este!

    • Alexandre Santoro 01:26 em 18/12/2008 Link Permanente

      Obrigado, gatinha. Gostei muito de ser convidado para participar do blog. Tenho aprendido muito com você e acho que esse convite me estimulou a querer aprender ainda mais.

    • Michel Marques 10:50 em 18/12/2008 Link Permanente

      Seja bem-vindo, Alexandre. :)

  • Natália Guerreiro 20:57 em 11/12/2008 Link Permanente | Resposta  

    Cotton On 

    Por Natália Guerreiro

    Cotton Boll - Corbis

    Cotton Boll - Corbis

    Na postagem anterior, veio à baila cotton to, um verbo americano que quer dizer “(passar a) gostar”. Aproveito o ensejo, então, para falar brevemente de cotton on (to), um sinônimo informal e, diz o dicionário, britânico para “realize”/”perceber”.

    Ex.: I’d only just cottoned on to the fact that they were having a relationship. [CAM].

    Devo confessar que eu que demorei pra “cotton on” com esse verbo. Cotton On é uma rede de lojas de roupas jovens quase onipresente na Austrália, mas foi só no fim do meu período lá que eu percebi que o nome da loja se tratava de um trocadilho. Sempre tinha entendido que você estava vestindo algodão, você teria “cotton on you”, mas, até eu aprender que se tratava também de um multi-word verb, foi-se minha estada toda na terra dos cangurus. Já aqui no país do mico-leão dourado, creio que diríamos, informalmente, pescar, sacar, cair a ficha ou dar-se conta de.

    Há outras várias traduções possíveis para essas expressões. Penso em dawn on sb (ex.: I was about to pay for the shopping when it suddenly dawned on me that I’d left my cheque book at home. [CAM]), catch on to (He doesn’t take hints very easily, but he’ll catch on (to what you’re saying) eventually. [CAM] [infml]) e the penny (has) dropped (She looked confused for a moment, then suddenly the penny dropped. [CAM] [British English, infml]).

    And now that I’ve cottoned on to the fact that this phrasal verb exists, I think I’ve quite cottoned to it.

     

     
    • Arthur 00:30 em 12/12/2008 Link Permanente

      I cottoned to this blog the moment I first visited it. Hope I’ve used it correctly… love you loads.

    • Luciana 01:08 em 13/12/2008 Link Permanente

      Nunca tinha ouvido “cotton on”. Like my dear innit boys, “fanks”. :-)

  • Natália Guerreiro 00:28 em 06/12/2008 Link Permanente | Resposta  

    Likes and Dislikes 

    Por Natália Guerreiro
    they grow on you

    Beards: they grow on you

     

    Uma das primeiras funções comunicativas que se aprende em curso de línguas é expressar que se gosta ou não se gosta de algo ou alguém. E isso é matéria para o curso inteiro, pois não faltam palavras para isso.  É interminável a lista de verbos e expressões com a idéia de gostar (like; enjoy; fancy; love; adore; be keen on; be fond of; take to; be mad about; be crazy about; be addicted to; be hooked on; be very me; be my cup of tea; be into; have a weakness for; get a kick out of/from; relish; revel in; have a penchant for; go for; dig; etc.) e de não gostar (dislike; can’t bear; can’t stand; hate; detest; loathe; despise; not be my style; not really like;  not be my thing; not be much of a fan of; be tired of; be sick (and tired) of; have had with; cannot put up with; can do without; annoy me; bug me; piss me off; drive me mad/crazy/up the wall; etc.)

    E este ano nada menos que quatro expressões vieram se somar à minha lista, aqui seguidas por exemplos tirados do dicionário Cambridge Advanced Learner’s online [CAM] e do Longman Exams Dictionary [LON]:

    • not do anything for sb/do nothing for sb: Chopin has never really done it/anything for me.[CAM]
    • grow on sb: I wasn’t sure about this album when I bought it but it’s really grown on me. [CAM]
    • warm (up) to sb: I wasn’t sure about Sarah at first, but I warmed to her after we’d been out together a few times. [CAM]
    • cotton to sb/sth: I didn’t cotton to her at first, but she’s really nice. [LON] [American English, infml]

    A primeira expressão tem o sentido de “desgostar”, mas também pode ser usada para “não ter o efeito (desejado)” (ex.: The colour does nothing for her. [LON]). As demais significam “passar/começar a gostar”, sendo que “warm (up) to” também quer dizer “ficar mais empolgado com um assunto, tema ou idéia” (ex.: Voters are starting to warm up to the idea. [LON]; Unfortunately, I had to leave just as the speaker was warming to his theme. [CAM]).

    That’s all for now. I hope you warm up to this post, even if you’re not crazy about it at first.
     
    • Natalia 23:35 em 10/01/2009 Link Permanente

      + 1 sobre “gostar”: “be partial to”

    • Pamela 22:33 em 04/06/2009 Link Permanente

      Hi! I wanna congradulate you on your website, its pretty cool. u got a lot of interesting stuff here! =]
      well.. I gotta a doubt about this expression ” beards: they grown on you” I read that “grown on sb” means you start liking something, but I just dont get beard pun.
      thanks!

    • Natalia 23:30 em 05/06/2009 Link Permanente

      Thank you, Pamela, for your kind words. I believe the pun derives from the expression “to grow a beard”. Also, a beard is something that literally grows (as in becomes bigger) on you.

  • Natália Guerreiro 23:44 em 10/11/2008 Link Permanente | Resposta  

    Como se diz “bata” (roupa feminina) em inglês? 

    Por Natália Guerreiro

    Bata da Greenburys.co.ukBata da Greensbury.co.uk

     

    Já aprendi a minha lição: ao aprender um vocábulo novo, correr e postar no Lexikos, ou esquecerei.

    Mês passado, uma aluna minha me perguntou como se diz “bata” em inglês, referindo-se àquele tipo de blusa larguinha muito em moda nesta estação. Pois eu que tinha visto essa peça de vestuário em todas as vitrines e revistas de moda lá fora simplesmente não conseguia me lembrar. Botei vários amigos à cata da palavra, pesquisei de todas as formas que eu sabia, mas nada parecia ser exatamente a mesma coisa ou ser um termo muito usado.

    Hoje, lendo futilidades, dei de cara com o que tanto procurei. “Smock top!” A palavra “smock” pura pode ser “bata” no sentido de “jaleco” ou “guarda-pó” ou ainda uma espécie de camisolão para mulheres. Também figura em “avental de pintor” (painter’s smock/apron). Mas junte “smock” com “top” e, voilà, temos a resposta da pergunta do título. E deixemos registrado aqui para a próxima vez que esquecermos.

     
    • Luciana 22:29 em 26/11/2008 Link Permanente

      Ah… Nao me perguntou, senao eu teria dito :-p

    • anonimo 21:38 em 01/12/2009 Link Permanente

      tunique?

    • Wallace Silva 20:24 em 11/03/2010 Link Permanente

      mt show, vlw mesmo, ajuda mt, temos q nos adaptar a tudo no ingles,

      vlw

    • marilha 12:05 em 16/03/2010 Link Permanente

      bata em ingles que é beat

    • brenda 10:38 em 21/04/2010 Link Permanente

      otimo eu odiei essa pesquisa não serviu pra nada
      brincadeira eu amei essa pesquisa pelo menos vou tirar 10 no meu trabalho

    • luiza 17:58 em 17/08/2010 Link Permanente

      marilha, que burrice… “beat” é bata do verbo bater. :/

    • 1500 Brasil Camisetas 17:31 em 12/09/2011 Link Permanente

      Perfeito! Obrigada! Fiquei em dúvida, pois, todo lugar que procurei apenas mencionava capa, jaqueta ou algo no sentido de uniforme…

    • Elza 21:33 em 03/01/2012 Link Permanente

      to querendo vender roupa no ebay, putz, tb fiquei doida rsrs foi muito útil mesmo!

    • Elza 21:39 em 03/01/2012 Link Permanente

      Agora queria saber como é “alcinha” em inglês kkkkkkkkkkkkkk
      vou ter que ralar pois já pesquisei e encontrei até “mala sem alça” equivalente a “pain in the neck” rsrs mas nada de “alcinha”, quem puder me ajude, por favor!

    • je 00:16 em 15/08/2012 Link Permanente

      alcinha e STRAP

c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.